domingo, 26 de fevereiro de 2012

Curiosidades



Artista que se preza já teve pelo menos, uma vez, suas jóias roubadas. Sofia Loren, por exemplo, foi surpreendida na cama, por ladrões que pretendiam reunir o útil ao agradável. Liz Taylor quando usava seu famoso diamante de 69 quilates, levava um detetive à tiracolo. Mas o maior roubo que se tem notícia envolveu somente uma troca de turbantes e um diamante de nada menos do que 800 quilates. Por volta do ano 1600, Nadir Xá (da Pérsia, é claro) invadiu e conquistou a Índia então sob domínio dos mongóis. 

O objetivo da invasão era a busca do diamante Kor-I-Noor (Montanha de Luz). Os dias se passavam e os invasores não conseguiam descobrir onde estava o diamante. Mas nada como uma concubina de um imperador mongol (ou de qualquer “imperador”) com dor-de-cotovelo. A moça contou ao Xá que a pedra estava escondida no turbante do soberano vencido. 

O Xá ofereceu, então, um banquete durante o qual propôs ao imperador mongol trocarem de turbantes (sinal de cortesia ,paz e amizade entre os orientais, na época). E lá se foi o Koh-I-Noor que acabou repousando, séculos depois, na coroa da Rainha Mãe da Inglaterra.